INCÊNDIO

Incêndio na Cinemateca atinge acervo audiovisual

Incêndio na Cinemateca atinge acervo audiovisual (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Ministério da Cultura informou que o material atingido pelo incêndio na Cinemateca possui cópias. O incêndio é o quarto da história do museu

Na madrugada desta quarta-feira (03/02), um dos galpões da Cinemateca Brasileira, localizada na Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo, foi atingida por um incêndio. A Cinemateca é vinculada à Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.

Os bombeiros foram chamados para o local às 5h30. Oito equipes – totalizando 12 bombeiros – participaram da operação contra o fogo e do rescaldo, que duraram cerca de 30 minutos cada. Oito equipes dos bombeiros foram enviadas ao local. Ninguém ficou ferido, mas um bombeiro passou mal e precisou de antedimento médico. O incêndio é o quarto registrado na Cinemateca, sendo que os outros foram em 1957, 1969 e 1982.

O corpo de bombeiros informou que o acervo foi atingido, destruindo rolos de filmes e fitas, mas que ainda não foi contabilizado o prejuízo total. Ainda segundo os bombeiros, apenas uma das quatro câmaras de 20 m², de um galpão de 80 m², pegou fogo, que deve ter sido causado pelo nitrato de celulose, material que compõe os filmes antigos e que é altamente inflamável.

Em nota, o Ministério da Cultura informou que o fogo atingiu a câmara 3 do depósito de nitrato, onde são armazenadas matrizes (originais) das produções audiovisuais, mas que todo o material atingido possui cópias. Nenhuma outra estrutura da Cinemateca foi atingida.




Secciones: