REORGANIZAÇÃO ESCOLAR

Estudantes bloqueiam avenidas em protesto contra fechamento de escolas

  • Estudantes aumentaram as manifestações nos últimos dias diante da recusa do Governo Estadual de desistir do plano de reorganização que levará ao fechamento de 93 escolas

Estudantes bloqueiam avenidas em protesto contra fechamento de escolas Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

De acordo com os manifestantes, 11 avenidas foram ocupadas em toda a cidade

Dezenas de estudantes bloqueiam hoje as principais avenidas de São Paulo para protestar contra o projeto de reorganização da rede estadul de ensino.

Com carteiras e mesas, os grupos de alunos bloquearam desde início da manhã onze pontos da cidade para pressionar ao governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e exigir a paralisação da iniciativa, que prevê o fechamento de 93 colégios e a transferência de cerca de um milhão de estudantes.

Como reação contra a reforma, também permanecem ocupadas um total de 192 escolas em todo o estado, segundo a Secretaria de Educação, número que chega a 208 de acordo com o sindicato de professores, a Apeoesp.

O anúncio do projeto, em setembro, gerou uma onda de pequenos e contínuos protestos em toda a capital com ação da Polícia para liberar as vias ocupadas. Os estudantes, no entanto, dispersam e bloqueiam outras avenidas.

De acordo com os manifestantes, 11 avenidas foram ocupadas em toda a cidade. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou oito bloqueios entre as 7h e 10h28 da manhã.

Os estudantes aumentaram as manifestações nos últimos dias diante da recusa do Governo Estadual de desistir do plano de reorganização.




Secciones: