VIDEOGAME

Cinco jogos de videogame com boas referências históricas

Cinco jogos de videogame com boas referências históricas (Foto: Reprodução)

Videogame também é cultura sim! Listamos cinco jogos que, além de serem divertidos, irão despertar seu interesse para estudar história

Quando se fala de produtos culturais que retratam uma determinada cultura ou contexto histórico e que são boas referências para quem se interessa por história, geralmente recomenda-se filmes e livros. Porém, cada vez mais é exigido dos jovens um conhecimento multifacetado. Neste sentido, uma mídia que se mostra cada vez mais relevante no processo de aquisição de conhecimento são os jogos de videogame.

Com o tempo, as narrativas destes jogos vem se tornando cada vez mais complexas e ricas em detalhes (embora, claro, sempre haja um toque de ficção, assim como na literatura e no cinema). Desta forma, eles se tornam grandes aliados do conhecimento formal de sala de aula.

Pensando nisso, o EFE Escola lista cinco jogos para quem se interessa por história, que provavelmente irão despertar seu interesse para estudar a área. Confira:

Call of Duty

call-of-duty

Com exceção de Call of Duty 4: Modern Warfare e Call of Duty: Modern Warfare 2, os jogo da franquia sempre trazem, em suas narrativas, eventos históricos. A Segunda Guerra Mundial, a Guerra Fria, a Guerra do Vietnã e diversos momentos importantes destes eventos, como o Dia D e a Batalha de Stalingrado, são mostrados no roteiro dos jogos. Inclusive, as produtoras do videogame pediram depoimentos de ex-combatentes para constituir o produto.

Série Age of Empires

age-of-empire

Este jogo, da Microsoft, permite ao usuário desenvolver nações cujo desenvolvimento leva em conta eventos históricos. Em Age of Empires II, por exemplo, é possível experienciar as invasões mongóis de Genghis Khan e a Guerra dos Cem Anos, sob a perspectiva de Joana D’Arc. O foco aqui são campanhas fechadas, que variam de acordo com o momento histórico.

Assassin’s Creed

assassin-creed-roma

A série da produtora Ubisoft focou tanto na ambientação que muitas pessoas que viajam pela Itália, um dos países envolvidos no game, visitam os locais mostrados da narrativa e se impressionam com a semelhança, dentre eles o Vaticano. O Renascimento, as Cruzadas, Roma Antiga e Constantinopla são retratados de forma fidedigna nos jogos da franquia. Ao longo das tramas, muitas personagens históricas aparecem: no primeiro jogo, há personagens que interagem com o Rei Ricardo e Leonardo Da Vinci, por exemplo.

God of War

god_of_war3

Este jogo, lançado inicialmente para o Playstation 2 e que se tornou um clássico recente, contém diversas referências à mitologia grega. Nele, o protagonista Kratos, um ex-militar espartano, persegue os deuses do Olimpo. A Caixa de Pandora, o Tártaro e diversos outros elementos clássicos, que foram a base da religiosidade e da cultura Ocidental, aparecem no game.

Medal of Honor

medal-of-honor-nazi

Com o primeiro lançamento ocorrido em 1999, Medal of Honor conta a história de Jimmy Patterson, um militar ligado à OSS (Escritório de Serviços Estratégicos, dos EUA) que é chamado para lutar em prol dos aliados contra os nazistas. Os títulos da série se passam entre 1944 e 1945, em locais importantes para o fim da Segunda Guerra Mundial. O jogo, além de ser muito bem feito, traz uma ótica menos glamourizada do conflito. Seu lançamento revolucionou os games de tiro que vieram em seguida a ele.




Secciones: