CURSO DE GASTRONOMIA

Chef francês atuante no Brasil oferece treinamento a jovens aspirantes da profissão

Chef francês atuante no Brasil oferece treinamento a jovens aspirantes da profissão Foto: Daniel Muñoz

Parceria da Nestlé com o chef Laurent Suaudeau irá oferecer treinamento a jovens carentes com aptidão para a gastronomia.

O Programa Jovem Aprendiz da Cozinha no Brasil teve hoje o início da sua segunda edição, na qual selecionou 50 jovens carentes brasileiros que almejam a gastronomia como carreira para um treinamento com o chef francês Laurent Suaudeau. A iniciativa é uma parceria entre a Nestlé Professional e o chef Laurent, atuante no Brasil desde 1979 e atualmente responsável pelo restaurante KAA, localizado em São Paulo.

Após a experiência exitosa da primeira edição, que contou com a participação de 25 estudantes, o programa retorna oferecendo agora a oportunidade para 12 dos 50 dos jovens, que serão selecionados durantes as avaliações do curso, de cursarem cinco meses da escola de gastronomia do chef Laurent, além de um emprego garantido por um ano em um restaurante da capital paulista.

Segundo explicou Laurent em coletiva de imprensa, trata-se ainda de um programa piloto, pois se espera maiores resultados para concluir o êxito do programa. No entanto, o chef se mostrou muito otimista com a iniciativa e declarou que o programa rompe com o caminho que segue a profissão da gastronomia no Brasil.

“A formação no Brasil se tornou extremamente elitista, isso é um equívoco, porque os talentos não estão ‘escritos nos rostos’ dos jovens, mas devem ser descobertos”, afirmou Laurent para os jornalistas. O chef conclui que ao se falar de inserção social, deve-se ter “um olhar de humildade, que respeita seja quem for”.

Com duração de dois dias, o programa contará com quatro módulos aonde os estudantes entrarão em contato com os portfólio da Nestlé no Brasil, receberão tutoria em questões nutricionais, auxílio no desenvolvimento dos currículos pessoais e em como se portar em entrevistas de emprego, além da experiência com o chef Laurent.

Laurent defendeu que o programa não visa formar “apenas” chefes “estrelas”, mas que os ensinamentos se estenderão a toda extensão do trabalho na cozinha, que servirá aos estudantes para que trabalhem em qualquer tipo de estabelecimento.




Secciones: